PATROCINIOS

Frontpage SlideShow

(1 Vote)

O Pr. Fabiano Nicodemo (�  direita na foto ao lado), mission�¡rio em Cesena/It�¡lia, pede aos irm�£os em Cristo que orem pelo ex-padre Luca De Pero (na foto com o pastor). Ele foi afastado esta semana pela Igreja Cat�³lica de suas fun�§�µes em uma igreja pr�³xima a Cesena, na regi�£o Centro-Norte da It�¡lia, sob a acusa�§�£o de heresia por ter se convertido ao Evangelho e pregado e distribu�­do b�­blias. Ele tamb�©m foi reprimido por ter levado o pastor para pregar em sua igreja durante a chamalt� � � � � � � � � � � � � � � � � � � � � � � � � � � � � � � � � � � � � � � � �  ada Sexta-Feira Santa.

Visite: www.telemaniamensagens.loja2.com.br

O ex-padre celebrar�¡ sua �ºltima missa neste domingo (28). â??Ore para que Deus d�ª-lhe ousadia para falar de seu amor por Jesus e sobre o real motivo de ter sido afastado da igreja; n�£o por quest�µes de sa�ºde como foi alegado. Interceda tamb�©m por seu futuro e o apoio como poss�­vel obreiro da terra dos batistas brasileiros aqui em Cesenaâ?, pede o pastor.

Luca De Pero se converteu em 2010 e, desde ent�£o, tem sido discipulado semanalmente pelo Pr. Nicodemo. Seus testemunhos foram respons�¡veis pela convers�£o de v�¡rios outros cat�³licos.

O Projeto â??Tu Me Amas?â? teve no ex-padre seu primeiro fruto entre os catequistas.

Ore para que o ex-padre seja fortalecido pelo Senhor e continue levando a verdadeira Palavra de salva�§�£o aos italianos.

Fonte: JMM e Gospel Prime

(1 Vote)

Um arquivo em �¡udio, divulgado por um �¡rabe crist�£o chamado Al-haqiqa, que transmite programas de televis�£o via sat�©lite, mostra um di�¡logo de um ex-mu�§ulmano convertido ao cristianismo assumindo os riscos a que estava exposto pelo fato de ter se convertido.

altVisite: www.telemaniamensagens.loja2.com.br

No di�¡logo, o novo convertido afirma estar consciente de que a divulga�§�£o de sua convers�£o pode custar-lhe a vida: â??Em primeiro lugar, eu concordo totalmente com a distribui�§�£o desse arquivo de �¡udio e declaro que, se eles me matarem, por causa disso vou entrar na presen�§a de Jesus Cristo e estar com ele por toda a eternidade. Estou satisfeito, porque a verdade na B�­blia me levou para o caminho certoâ?.

A voz �© atribu�­da ao Pr�­ncipe Abdollah Al-Sabah, membro da fam�­lia real do Kwait, pa�­s de maioria isl�¢mica e com apenas quatro por cento de crist�£os em sua popula�§�£o. A Constitui�§�£o do Kwait reconhece o islamismo como religi�£o oficial e a Sharia (lei isl�¢mica) como principal fonte de orienta�§�£o na cria�§�£o de leis.

Segundo o site Noticias Cristianas, durante o programa em que a conversa foi divulgada, foi comentado que o pr�­ncipe havia renunciado �  sua f�© de ber�§o. Trecho do �¡udio divulgado mostra o Pr�­ncipe Abdollah relacionando as revoltas dos povos �¡rabes �  religi�£o: â??As muitas comunidades isl�¢micas sempre quiseram dominar diferentes partes do mundo, mas Deus tem preservado o mundo e ainda o protege. �? por isso que temos visto as discrep�¢ncias que aparecem entre os grupos isl�¢micos que agora est�£o lutando entre siâ?.

Sites de orienta�§�£o xiita desmentiram a not�­cia, afirmando que n�£o h�¡ â??ningu�©m na fam�­lia real do Kuwait com esse nomeâ?. A convers�£o do pr�­ncipe foi not�­cia nos principais canais de TV por assinatura com conte�ºdo �¡rabe e na ag�ªncia de not�­cias do governo do Ir�£, pa�­s vizinho ao Kwait, por�©m o destaque dado foi pequeno

FONTE :�  gospel+

(1 Vote)

VEJA ESSE�  VIDEO�  INCRIVEL ,� �  ONDE�  O�  CANCER �?�  TIRADO� �  COM � AS� � �  � M�£os� 

click�  no link em vermelho abaixo

http://www.youtubealt.com/v/jzG-lsMkQIc

� 

(1 Vote)

altUma pesquisa feita pela ONG Changing the Face of Christianity (Mudando a cara do cristianismo), apontou que aproximadamente 25% dos crist�£os n�£o vive segundo as doutrinas de sua religi�£o. Foi aplicado um question�¡rio a volunt�¡rios an�´nimos, que responderam 10 quest�µes de m�ºltipla escolha sobre a maneira como levavam a vida.

â??Para ser honesto, n�£o s�£o pessoas m�¡sâ?. Com essa defini�§�£o, Brad White, o fundador da ONG que fez a pesquisa comentou o resultado do estudo. â??Os resultados sugerem que eles pensam muito mais em si do que em Deus e as outras pessoas. Ler a B�­blia e orar n�£o �© algo que faz parte de suas rotinas. S�£o o tipo de pessoa que voc�ª ficaria surpreso ao descobrir que s�£o crist�£os.

Segundo o The Christian Post, conforme a pontua�§�£o de cada entrevistado, eles eram enquadrados em quatro tipos pr�©-definidos pela pesquisa: â??Longe de Cristoâ?, â??Crist�£o Carnalâ?, â??Um bom Crist�£oâ? e â??Crist�£o maduro espiritualmenteâ?. A pesquisa foi feita de Janeiro a Julho deste ano.

Segundo White, os 25% que n�£o vivem de acordo com sua f�©, s�£o pessoas que tendem a escolher o caminho mais f�¡cil, perante os desafios: â??Quando se deparam com uma situa�§�£o real que testa sua f�©, eles tendem a fazer o que o mundo ensina n�£o o que Jesus ensinouâ?. Brad White, por�©m, ressalta que o trabalho do cristianismo �© de discipulado: â??Essas pessoas est�£o no ponto ideal para come�§armos a fazer nosso trabalho. Estamos aqui para estar ao lado deles, am�¡-los e orient�¡-los como viver sua f�© atrav�©s de palavras e a�§�µesâ?.

(4 Votes)

alt

Nas Filipinas, pa�­s de maioria cat�³lica, fan�¡ticos religiosos praticam autoflagela�§�£o e crucifixam uns aos outros, como um ato de f�©, para sentir na pele o que Jesus sentiu a caminho da cruz.

Visite: www.telemaniamensagens.loja2.com.br

Na cidade de S�£o Pedro Cutud, centro extremista dessa devo�§�£o instrumentos com metais e cacos de vidros s�£o usados nos rituais dos quais somente os homens participam h�¡ 50 anos.

As mulheres e crian�§as os ajudam a cumprir a dolorosa demonstra�§�£o de f�©, que ocorre na Semana Santa. Grupos se revezam dia e noite na pr�¡tica da autoflagela�§�£o.

Muitos caem durante a sofrida traget�³ria, demostrando pleno esgotamento f�­sico. Eles fazem isso para sentir a mesma dor que Jesus sentiu a caminho da cruz. Os devotos acreditam que esta �© uma maneira de purifica�§�£o da alma.

Familiares fazem escolta na trajet�³ria para dar apoio e suporte quando precisam.

Em outro ponto da cidade, os devotos se preparam para o maior desafio de suas vidas, que envolve mart�­rio, dor e f�©. Carregando as cruzes pela rua, eles sabem que v�£o ser ao final da jornada haver�¡ a crucifica�§�£o. O ritual parece encena�§�£o at�© que eles come�§am a ter suas m�£os e p�©s martelados com cravos numa cruz.

A cruz ficou famosa com a morte de Jesus, entretanto, ela j�¡ era usada anteriormente como forma de puni�§�£o, como por exemplo, entre os povos ass�­rios.

OUVIR NO CELULAR

      


ASSISTA VIDEO Pr ROBERVAL

ASSISTA AGORA  VIDEO PASTOR

 CLICK NESSE LINK EM VERMELHO

https://youtu.be/9CX0ELb7XLI

PATROCINIO

Estatisticas

OBRIGADO PELO SUA VISITA.
226269
HojeHoje40
OntemOntem53
Esta semanaEsta semana467
Este m�ªsEste m�ªs1896
Todos os diasTodos os dias2262697
QUE DEUS O ABENÃ??OE