PATROCINIOS

Frontpage SlideShow

(0 Votes)
Casa onde a mission�¡ria fez jejum
e confinou cinco pessoas

por� �talo Nogueira, da Folha

Crist�£ fervorosa, a mission�¡ria Cl�¡udia Simi�£o da Silva, 35, levou sua f�© ao extremo ao jejuar por cerca de um m�ªs --esperando um "enviado divino"-- e obrigar duas sobrinhas, a irm�£ e a sogra a acompanharem o retiro. Ela foi encontrada morta, segundo a pol�­cia, por inani�§�£o dentro da pr�³pria casa, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense (RJ).

As cinco pessoas ficaram confinadas por quase dois meses em casa. As irm�£s Adrielle, 9, e Grazielle Souza Santos Simi�£o, 11, foram internadas na sexta-feira apresentando quadro de desnutri�§�£o e de confus�£o mental e devem ficar hospitalizadas por quase um m�ªs. Na mesma situa�§�£o est�£o C�¡tia Simi�£o da Silva (irm�£), 31, e L�ºcia Maria Simi�£o da Silva (sogra).

Cl�¡udia teria obrigado a fam�­lia a permanecer dentro de casa. Em depoimento �  pol�­cia, o pai das duas garotas, o desenhista t�©cnico Uendes Simi�£o da Silva, 33, afirmou que Grazielle lhe contou que "Cl�¡udia havia dito que o jejum duraria at�© que recebessem uma resposta de Deus no sentido de enviar uma pessoa que os tirassem daquela vida e os levassem para uma casa na zona sul [�¡rea nobre do Rio de Janeiro]".

N�£o se sabe a qual denomina�§�£o religiosa Cl�¡udia pertencia. Ela freq�¼entava a Igreja Batista de um bairro pr�³ximo, mas havia abandonado os cultos cerca de dez anos atr�¡s. Depois disso, viajou para Argentina, Uruguai e Angola. Segundo Uendes, ela era formada em teologia e cursava direito.

A clausura come�§ou em meados de setembro. Confinados, os moradores da casa inicialmente s�³ podiam comer o que havia dentro da resid�ªncia. No in�­cio de outubro, a luz foi cortada, pois a fam�­lia completara tr�ªs meses sem pagar a Light --distribuidora de energia el�©trica. A comida, estragada, n�£o p�´de mais ser consumida. Foi quando o jejum come�§ou.

Durante todo o tempo, as crian�§as tiveram "cursos b�­blicos", segundo a conselheira tutelar Elaine Galv�£o, que ouviu Grazielle no Hospital Estadual Carlos Chagas.

Al�©m dos port�µes trancados e da aus�ªncia total de eletricidade, Cl�¡udia tampou as janelas com cortinas pretas. Segundo Galv�£o, ningu�©m foi agredido durante o confinamento.

Na sexta-feira, por volta das 17h, as duas crian�§as conseguiram sair de casa. Cl�¡udia j�¡ estava morta h�¡ cerca de cinco dias, e seu corpo havia entrado em estado de decomposi�§�£o.

C�¡tia e L�ºcia desmaiavam e vomitavam sobre os pr�³prios corpos regularmente. A av�³, ent�£o, mandou as meninas procurarem ajuda.

"Elas pareciam aquelas crian�§as da Eti�³pia. Era s�³ pele e osso", afirmou Jos�© Carlos Lima, 36, vizinho da fam�­lia. As duas procuraram ajuda no bar de Milton Andr�©, 64. Ele lhes ofereceu macarr�£o, leite, bala e refrigerante, mas elas n�£o conseguiam comer.

Segundo o delegado Fl�¡vio de Brito, a av�³ e os pais das meninas podem responder por crime de abandono de incapaz.

(0 Votes)

altA fam�­lia de Ivaneide Barbosa do Nascimento demorou tr�ªs dias para enterrar o corpo (foto) dela porque a Irm�£ Neide, como era conhecida, tinha dito que ia ressuscitar.

Evang�©lica que dava conselhos espirituais a quem lhe procurasse, Irm�£ Neide, um pouco antes de morrer, disse �  fam�­lia que tinha obtido uma revela�§�£o de Deus segundo a qual ia ressuscitar, como Jesus.

â??Vou ser arrebatada e muitos v�£o pensar que estou morta, mas estou vivaâ?, ela teria dito.

O corpo de Neide foi sepultado na ter�§a (27) cheirando mal.

Eudmarco Medeiro de Farias, 33, amigo da fam�­lia, disse que n�£o chegou a acreditar que Neide iria se levantar da caix�£o, mas reconheceu que havia uma â??expectativa geralâ? de que isso ocorresse.

Neide morreu aos 66 anos de idade. Sofria de artrite e artrose, doen�§as que a mantiveram na cama por 20 anos. Morava em Jo�£o Pessoa, capital da Para�­ba.

O translado do corpo para o cemit�©rio ocorreu em carro aberto do Corpo de Bombeiro, que foi acompanhado por batedores da Pol�­cia Militar. Familiares da Irm�£ Neide foram transportados por um �´nibus pago pelo governo do Estado.

O cemit�©rio Parque das Ac�¡cias ficou pequeno para receber tanta gente: evang�©licos (na maioria), jornalistas, autoridades e curiosos.

Fernando Rodrigues, do ClickPB, escreveu: â??Pastores oravam, irm�£s gritavam e os c�©ticos n�£o pareciam t�£o c�©ticos �  espera do milagre [a ressurrei�§�£o]â?.

O pastor Altamir, da Assembleia de Deus, citou trechos da B�­blia que se referem �  ressurrei�§�£o.

Por fim, ele se conformou: â??Deus n�£o quis que a Irm�£ Neide ressuscitasse.â?

FONTE�  PAULOPES� 

(0 Votes)

altA Pol�­cia Civil de Minas Gerais est�¡ investigando em que circunst�¢ncia se deu a morte da aposentada Maria Aparecida Pereira, 52, que era fiel da C�©u da Mantiqueira, uma seita de consumidores do ch�¡ alucin�³geno Santo Daime.

Ela desapareceu quando participava de uma caminhada com cerca de 70 pessoas de mais de 200 km, que partir no dia 15 da zona rural de Camanducaia, no sul de Minas, rumo ao Santu�¡rio de Aparecida, em S�£o Paulo.

A pol�­cia quer saber, entre outros pontos, se a mulher se perdeu porque estava sob o efeito da droga e se foi deixada para tr�¡s sem que houvesse uma busca por parte dos respons�¡veis pela seita.

O corpo dela foi encontrado em uma mata na segunda-feira (25) por trabalhadores de Sapuca�­ Mirim. A fam�­lia dela estava em sua busca havia j�¡ havia uma semana.

O site da C�©u da Mantiqueira informa que a seita foi fundada em 1998. Seus respons�¡veis s�£o Padrinho Chico (Francisco Cavalcanti de Lima) e a Madrinha Udi (Maria de Lourdes Dornellas Volpi).

Ainda de acordo com o site, a caminhada se realiza todo ano e dura de 4 a 5 dias, seguindo por trilhas e estradas da Serra da Mantiqueira. â??A caminhada �© um trabalho de cura pessoal bastante profundo que se utiliza da bebida do Santo Daime como ve�­culo para a expans�£o da consci�ªncia.â?

Um irm�£o de Maria Aparecida disse que a seita s�³ avisou a fam�­lia dias depois do desaparecimento e que a busca demorou seis dias para come�§ar.

Um integrante da seita afirmou que a devota tinha o costume de ser perder e, por isso, a C�©u da Mantiqueira n�£o quis preocupar a fam�­lia dela.

Com informa�§�£o do site da C�©u da Mantiqueira e da EPTV.com.

Quem controla o ch�¡ alucin�³geno Santo Daime?
mar�§o de 2010

FONTE : paulopes

(0 Votes)

altO pastor David Ray (foto), da cidade de Lucas, Texas (EUA), abriu o Santu�¡rio a C�©u Aberto. Trata-se de um drive-thru da Igreja Presbiteriana do Mestre.

Visite: www.telemaniamensagens.loja2.com.br

No drive-thru, aos domingos pela manh�£, o fiel poder�¡ participar de um â??culto alternativoâ?, que inclui serm�£o e ben�§�£o. O santu�¡rio funciona no estacionamento de uma escola de ensino m�©dio. H�¡ uma sala na escola para os fi�©is que quiserem entrar em contato entre si.

No Brasil, a Igreja Universal do Reino de Deus tem um drive-thru desde meados de 2010 em um templo na vila Mariana, zona sul de S�£o Paulo. Ali, n�£o h�¡ culto, mas em menos de cinco minutos o interessado recebe uma b�ªn�§�£o e convite para frequentar o templo. Doa�§�µes s�£o bem-vindas.

Fonte: Paulopes

(1 Vote)

altDale Ostrander, um americano de 12 anos afogou-se na praia de Cranberry , em Long Beach â?? Calif�³rnia â?? e ap�³s v�¡rios minutos de busca foi encontrado. O garoto estava desacordado e j�¡ sem pulso, mas os param�©dicos n�£o desistiram e depois de cerca de 30 minutos de tentativas de reanima�§�£o, Dale voltou a vida.

O jovem pertencente a Igreja Batista de Betel â?? localizada em Spanaway â?? foi a um passeio na praia, realizado para o grupo de jovens da mesma no �ºltimo dia 5 e segundo relatos neste dia as �¡guas do mar estavam bastante turbulentas, mas isso n�£o impediu que Ostrander e uma amigos entrassem nele. Ainda que com �¡guas apenas s�³ at�© o joelho, os meninos acabaram sendo puxados pela correnteza.

De imediato assim que perceberam o movimento de desespero dos garotos na �¡gua, pai e filha que por l�¡ estavam tentaram evitar a trag�©dia, no entanto, enquanto Shannon Kissel salvou o amigo de Ostrander, Nicole Kissel conseguiu ajudar a Dale apenas por alguns instantes o ajudando a manter-se na� superf�­cie em sua prancha de bodyboard, foi quando veio uma onde e os levou para o fundo. Nicole conta, que ainda assim conseguiu o levar mais uma vez a tona, dizendo para que nadasse juntos at�© a prancha e logo em seguida assim que ela alcan�§ou-a, ao olha para traz o garoto havia sumido.

Cerca de 6 minutos depois chega ao local uma equipe de bombeiros, mas somente 10 minutos depois �© que Ostrander foi encontrado na zona onde as ondas quebram. Segundo um salva-vidas que ajudou nas buscas, a �¡gua estava a temperatura de pelo menos 10�º C, o que poderia ter causado morte por hipotermia, caso ele tivesse permanecido na �¡gua por mais de 1h sem roupas especiais.

Durante todo este tempo de angustia e desespero, os amigos da igreja que foram juntamente com Dale ao passeio, aguardavam na areia, unidos em ora�§�£o.

Quando encontrado, Ostrander foi levado at�© a areia e ent�£o notificaram que o menino j�¡ estava sem batimentos card�­acos. Os param�©dicos ficaram por cerca de 10 minutos tentando ressuscit�¡-lo no local antes de coloc�¡-lo na ambul�¢ncia e lev�¡-lo para um hospital. Se desistir do garoto, as tentativas continuaram a caminho do hospital, at�© o momento em que Ostrander finalmente voltou a respirar normalmente, o que foi relatado como um milagre de Deus.

Dale Ostrander permaneceu por 3 dias em coma induzido e ap�³s este prazo j�¡ consciente, conseguia conversar com os m�©dicos do hospital.

No hospital, o garoto crist�£o recebeu a visita de Nicole â?? que tentou o salvar â?? dentre outros amigos.

Na noite do dia 13/08/2011 Dale teve uma convuls�£o e no domingo (14/08/2011) foram realizados mais exames m�©dicos e na mesma manh�£ o pai, av�´ e irm�£s do adolescente disseram na igreja que ele tem um longo caminho a percorrer ainda e continuam firme em ora�§�£o.

Ainda no domingo a noite na igreja Chad Ostrander, o pai de Dale testemunhou �  congrega�§�£o da Igreja Batista Betel:

â??Este assunto n�£o �© sobre Dale ou nossa fam�­lia, mas sim Deus. N�³s tivemos o privil�©gio de presenciar uma manifesta�§�£o de Deus atrav�©s deste milagre durante estas semanas.â?

Compartilhou de tr�ªs vers�­culos com o qual foi ministrado no decorrer da semana:
Jeremias 33:3 â?? Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que n�£o sabes.
â??N�³s n�£o sab�­amos quais os grandes feitos isso tudo ocasionaria, mas� t�­nhamos� a certeza de que Deus a seu tempo nos mostraria, nem mesmo se Dale voltar�¡ ao normal e com uma vida saud�¡vel, mas confiaremos em Deus. â?
Os outros vers�­culos foram Romanos 8:28 â?? â??E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que s�£o chamados segundo o seu prop�³sito.â? -� � e Isa�­as 55:8 â?? â??Porque os meus pensamentos n�£o s�£o os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor.â?

â??N�³s n�£o entendemos, apenas aceitamos. Ajoelhei-me ao lado da cama dele e o coloquei sobre o altar, como Abra�£o fez com� Isaque. Falei a Deus: â??Voc�ª ofereceu o seu filho, voc�ª sabe como estou me sentindo. Obrigado por este tempo e oportunidade de lhe dizermos adeus. Mas naquela noite, o m�©dico� inclinou-se a orelha direita � de Dale e� sussurrou: â??Dale, abra seus olhos! â??, ent�£o seus olhos se abriram! � Hoje Dale se levantou e caminhou pelo corredor com a ajuda da fisioterapeuta.

Tivemos um susto ontem a noite, que pode ter sido uma falha no seu c�©rebro, que tenha causado alguma sensa�§�£o de dor e desconforto a Dale. � â?Deus nos mostrou um milagre.â?

Os amigos da igreja de Dale criaram um� blog, que �© atualizado freq�¼entemente com not�­cias sobre a recupera�§�£o do jovem e com relatos de seu pai com o� intu�­do de estar divulgando os pedidos de ora�§�µes pela recupera�§�£o do menino� .

Fonte:� Gospel

OUVIR NO CELULAR

      


ASSISTA VIDEO Pr ROBERVAL

ASSISTA AGORA  VIDEO PASTOR

 CLICK NESSE LINK EM VERMELHO

https://youtu.be/9CX0ELb7XLI

PATROCINIO

Estatisticas

OBRIGADO PELO SUA VISITA.
226269
HojeHoje40
OntemOntem53
Esta semanaEsta semana467
Este m�ªsEste m�ªs1896
Todos os diasTodos os dias2262697
QUE DEUS O ABENÃ??OE